Resenha: Aquarela de pastilha Winsor and Newton

0 Flares 0 Flares ×

Olá pessoal 🙂

Fiquei para fazer essa resenha faz tempo, mas enrolada com TCC, cursos e vida estava difícil viu… Além de que, eu passei uma “dor de cabeça” no início com essa aquarela, então dei um tempo a mais para ver resultados com ela, mas não fiquei muito animada não.

A Winsor & Newton é uma versão da Cotman para estudantes, porém, muitos profissionais a usam também. A versão mais profissional é Windsor (com o D ali no meio) & Newton. Comprei na Casa do Artista, aqui de SP. Comprei em fevereiro de 2015 e nessa época estava R$103.

IMG_6555Dentro da caixa vem um catálogo com todas as numerações das cores: você pode repôr as pastilhas com outras unidades (estava em torno de R$30) OU também é válido comprar a bisnaga da Cotman (não lembro mais o preço dela, só sei que ela é mais barata que a pastilha unitária). IMG_6556 IMG_6557 IMG_6558

Há também a possibilidade de fazer o que o Will, do Tinta e Grafite ~e amiguinho do coletivo Massaroka, que em breve contarei por aqui~, meu amigo ninja das aquarelas (hehe xD) faz: “Você pode esvaziar toda sua bisnaga no quadradinho da pastilha e deixar secando, porque, a tinta da bisnaga seca não estraga. Como é aquarela, poderá molhar de novo que ela volta ao normal. Só é válido saber a numeração certinha da cor que você precisa para comprar o tom certo do que está acostumado e do que você precisa.” 🙂 IMG_6559

Junto com a aquarela vêm o pincelzinho. Você tira a tampa e dá para encaixar no cabo para aumentar seu tamanho. Esse pincel é bom para fazer detalhes apenas… A tampa do estojo você pode usar como godê para fazer a mistura das tintas… ^^IMG_6561Agora, sobre a tinta….

Como eu tinha comprado ela lá pra final de Fevereiro porque a minha da Koh-I-Noor estava no final e a da Sakura a textura estava parecendo uma guache, eu comprei para poder usar no TCC para as ilustrações das estampas. Não sei se foi azar, não sei se foi culpa de Lote com falha, sei lá. Vou explicar por partes..

Inicialmente, a textura de uma aquarela no papel tem que ficar homogênea, nítida e uma cor bonita/vibrante (mantenham o foco para a cor laranja para esses exemplos):

cc
Esta aquarela que usei para uma das ilustrações do TCC são da Koh-I-Noor. Percebam que a cor está vibrante, dá para ver o degradê da cor pela camada e a manchinha, um efeito muito comum no uso da aquarela.

Agora, dêem uma olhada nas imagens abaixo, estas são outras ilustras do meu TCC em que usei a aquarela da Winsor (e novamente foquem na cor laranja) :

bb
A cor vermelha (esquerda) é a aquarela da Koh-I-Noor. A cor laranja (do meio) é a aquarela da Winsor. A cor roxa (da direita) é a aquarela da Koh-I-Noor.
Capturar
Notem que tanto na foto de cima quanto nesta o laranja está manchado em ‘pedaços’. Esses pedacinhos são da aquarela que não foi dissolvido totalmente. Até o tom mais claro da aquarela ali no canto não está homogêneo. As camadas da aquarela não ficam transparentes para ir adicionando as veladuras. Sem contar que a cor ficou totalmente chapada, sem brilho e sem a homogeneidade que precisa.

Estava conversando com o Will sobre isso e até ele estranhou (ele usa a Winsor há um bom tempo). Porque a minha pastilha tinha a aparência de uma goma de borracha (parece chiclete mesmo) e quando molhada ela fica em pedaços… A pastilha dele tem aparência e toque próximos de um giz de lousa, o que geralmente toda pastilha de aquarela deveria ser.

aa
Esta é o meu estojo com as pastilhas molhadas. Notem que o laranja, o rosa (parece vinho, mas é porque molhada e seca só parece mesmo) e o amarelo estão com um aspectos meio ‘despedaçado’.

Depois de conversar com ele, levei meu estojo para o curso da Sabrina Eras: ela viu o resultado da texturas nas minhas ilustrações do TCC e achou bem estranho, quis até ela mesma testar para ver se tinha algo de errado. Ela testou o laranja e aparentemente estava tudo certo. Ela então, concluiu que talvez possa ter acontecido isso porque a goma da superfície da aquarela não estava muito bem preparada. Logo, estou no achismo do que possa ter ocorrido com a minha aquarela da Winsor.

_

Eu digo e mostro essas minhas observações detalhadas, porque vindo de uma marca cara ($$$), super famosa na gringa e que todo mundo elogia, esperava ao menos uma ótima qualidade como a da Koh-I-Noor que é uma das marcas de aquarela que até hoje mais gosto e super recomendo; mas de início a Winsor super me desapontou com essa ‘característica’ que estava me parecendo muito com a textura da Sakura (que comparei com a Koh no mesmo post citado acima): uma textura opaca, sem brilho e com cara de guache. #chatiada 🙁 Eu achei que era frescura minha porque estava acostumada só com 3 tipos de aquarelas ou que podia ser reação do papel, e mesmo assim, continuei usando-a e fazendo vários testes antes de vir aqui lascar a boca falando mal da aquarela na raiva do momento… rs. Fui atrás até da Sabrina lá no curso, que manja de aquarela há 10 anos e vi que não foi paranoia da minha cabeça não. ;/

Sobre as cores:

IMG_7121

Elas são vibrantes. Mais do que a Sakura (pelo menos né), mas mesmo assim ainda não ganha como a Koh-I-Noor ganha… <3IMG_7123

 

Sobre a senhora textura… Eu encuquei legal com ela, sim.. A foto de cima é da Winsor (ajustei o foco da câmera nelas e no Photoshop só alterei a luz, já que a foto ficou meio escura.) : a textura ficou bem próxima comparando com da Sakura 🙁

E a foto debaixo é da Koh-I-Noor: vibrante, densa, tem facilidade em misturar com outras cores e a textura é suave e homogênea.

IMG_7125
Mancha da aquarela da Koh-I-Noor

Ainda continuo preferindo da Koh-I-Noor.

Outra aquarela também que estou de olho é a da Lukas. É uma marca alemã e que eu comprei 3 bisnagas no início do curso com a Sabrina no Sala Ilustrada e ainda estou testando/me adaptando à elas. Só não comprei o estojo de pastilhas porque quero acabar com a Winsor, até lá dá pra guardar umas dilma$$$… hehe

Pelo o que vi das pastilhas pessoalmente, a textura é ‘porosa/seca’ e não de “goma de chiclete”, as cores aparentam ser bem vibrantes e rendem pra caramba. A própria Sabrina usa e recomenda.

Atualizado: Essa resenha tem também em vídeo!

Ana Blue

14 Comment

  1. Oi Ana, visito seu blog tem um tempinho. Caí aqui pq tenho uma amiga q tbm tem um blog (mary cagnin) e lá tem um banner seu…
    Algumas semanas atrás eu comprei meu primeiro material de aquarela. To saindo do digital e voltando ao tradicional aos poucos, e isso pede tempo.
    Lembro que em 2005 eu tinha uns vidrinhos velhos de ecoline que havia ganhado e achava um máximo. Mas nem sabia do que se tratava direito.

    Pois bem, recentemente tenho me interessado no tradicional e quando decidi comprar, não sabia que marca procurar. E estava em um estado de aceitação de iniciante, e que por ser iniciante qualquer marca seria útil. Lembro que na hora, pelo celular eu buscando pincéis, eu vi algo no seu blog aqui, isso na fila de espera pra fazer o meu pedido na loja. A loja que eu fui se chama Casa Cruz e fica em madureira, aqui no RJ. Pedi uns pincéis e um estojinho de pastilha. Chegando em casa, fui testar, mas antes decidi pesquisar sobre a marca: Kor- I – Noor. E TADANN caí aqui.

    Estou algumas semanas estudando aquarela no INKTOBER e estou perdidamente apaixonado por aquarela kkkkkkkkkkkkk Saber que por sorte peguei uma marca acessível e de qualidade boa é como se eu tivesse acertado na loteria. Estou beeeeeeeem feliz com o resultado, e indico pra quem quiser. Vale a pena!

    Até os erros parecem sair um acidente conveniente com essa aquarela.

    Boa sorte

    Abç!

    1. É né?
      Quando eu comprei essa aquarela e quando vi na loja fiquei com receio porque ela tem cara de xing ling, daquelas bem vagabundas que parece estojo de maquiagem de criança.
      Por sorte não era. E quando buscava resenha dessa marca, também nunca achei.
      É a melhor coisa dar sorte com um produto né?
      Eu tive azar com a aquarela da Wisnor & Newton que o pigmento não estava muito bom, dá pra ver os testes que fiz pelo blog… Pelo menos, avisando assim dá pra ver que qualquer um pode ser premiado…
      Ana Blue

  2. […] administrar melhor o tom das cores. Resenhas sobre aquarelas de pastilha, você encontra aqui ó, aqui ó e aqui […]

  3. […] ó.) Eu super queria uma paleta de pastilha do Lukas, mas como eu já tinha comprado recentemente o estojo da Winsor, deixarei pra próxima… Então, comprei só algumas cores que a Sa super recomendou, além de […]

  4. Moça, Cotman é a linha da marca W&N, não o contrário como vc falou. A W&N tem as linhas Rembrandt (profissional), Cotman (pra estudantes) e ArtCreation (bem baratinha). Quis comentar isso pq pelo visto vc tbm não sabia que a Van Gogh é linha da marca Talens. A minha preocupação é uma pessoa que não conhece esse básico de tintas querer escrever resenha. Acho que escrever resenha ainda é um pouco demais pra vc, né? Mas estudando a gente chega lá 🙂

    1. Que ironia desnecessária ein? Quem cometeu o erro aqui é você, sabia?
      Quando não se sabe e alguém sabe, a gente repassa, humildemente… A gente aprende também, sabia?

      A confusão aqui quem criou foi você, porque na verdade:
      A Coatman é a linha mais barata da W&N; A Rembrandt é a linha profissional da Talens; em seguida vem a Van Gogh e a mais barata que é a ArtCreation….

      Sobre resenha, contar como foi experiência de um determinado produto sempre vale a pena por questão de existir o azar do produto não estar de acordo como deveria, não acha?
      A W&N, uma marca que TODO mundo elogia e fala bem, você acha que a tinta deveria ter ficado com esse aspecto? Você que aparenta ser tão “expert”, acha o quê da marca e pensa que pode ter ocorrido o quê para ela estar com esse aspecto?

      Sendo gentil e sem ironias, a gente aprende na vida também, sabia?
      😉

  5. Realmente eu acho que vc não teve sorte com a tua paleta da W&N :\
    Eu pedi pro meu amigo que tava indo pra inglaterra comprar a paleta de 45 cores (aloka) da cotman pra mim e eu adorei! claro que nem havia necessidade de pedir essa paleta imensa mas eu não resisti (e tava super em conta! foi tipo 35 libras!!) 😛
    Ela realmente não granula e achei ela bem fluida, vc poderia ter pedido pra trocar a sua, muito chato qnd vc compra algo que a loja não soube manter conservado 🙁

    Eu tenho um estojinho de 12 cores da Talens que ja ta da metade pro fim e ela é ótima tbm! Fiz uma comparação com a da W&N e na hora que tava molhada eu achei a da Talens mais vibrante mas qnd secou achei que ficou pau a pau, dependia da cor na verdade, e o interessante eh que os tons das cores da Talens eram bem diferentes da W&N (msm com 45 cores!), então elas meio que se complementam.

    Agora eu tou com vontade de experimentar algumas cores da linha profissional da W&N, tem uns rosas e um turquesa cobalto maravilhoso, mas eh mt facadinha x.x

    1. Então, eu super ia trocar, mas já tinha passado 1 mês. E só comecei a usar a aquarela quando meu curso começou, que tinha sido pra isso que tinha pego a paleta da Winsor.. :/
      Mas agora nem quero passar mais perto dela. Queria muito algo da Schminke, mas sei la.. verei. =O nossa, um amigo meu vai pros EUA agora. Que anta, vou falar com ele ueheuheuhee .

      Ah, mas quando alguém vai pra fora do BR que tem uma variedade beeeem melhor da que tem aqui, é muuuito válido pegar a de 45 cores! Super faria o mesmo! <3 É lindimais! Eu acho que sei qual é essa que você tem. Uma guria do meu curso de aquarela tinha e é linda demais! <3
      Rosa e turquesa, <3 ai meu corassaum uheueheuhasuhas

  6. Nossa, que palha hein? 😛 Acho que depois de ler isso, vou começar minha experiência com pastilhas pela da koh-i-noor que tá mais pro meu bolso e pela qual nutro simpatia…

    1. hahaha é…
      Não é tão legal assim começar com as bem xing ling sabe? Porque a qualidade dela influencia muito e a pessoa acaba acreditando que ela é o “problema”, sendo que muitas vezes é a qualidade do material… O preço da Koh é válido pra iniciante, na boa mesmo, eu super recomendo <3
      Só fiquei sabendo recentemente que tem lojas que são "espertinhas" e vende a paleta de 24 cores separadas! =O Quando comprei a minha que tem 24, veio 4 camadas com 6 pastilhas cada e todas juntas por R$49,90. Então tem que pesquisar BEM pra não cair nessa "enrascada"!!! 😉

      1. Eu já uso de tubo sem ser ching ling… Não são marcas top, mas acho q já consigo fazer um trabalho razoável com elas, então acho q já rola de investir um pouquinho mais.

        Já vi pra vender aqui no Rio a Koh de 24… Acho q era até mais barato, mas tenho que ir um dia no Centro pra ver isso.

        Bjo e obrigada pelas dicas!
        Liliana postado recentemente…Sob um céu de bluesMy Profile

        1. Hmmm entendi..
          É válido. 🙂
          Veja sim! ^^

  7. Eu usei muito essa aquarela em tubos, e posso afirmar que ela não tem essa textura granulada de jeito nenhum! O que eu acho que aconteceu: estocaram ela errado na loja onde tu comprou, deixaram ela exposta ao calor, provavelmente, pois ela está tão seca no estojinho.

    Se tu quer uma aquarela bem brilhante, eu recomendo tentar a Van Gogh da Talens. Eu usava em tubos, e esse ano comecei a usar em pastilhas. Ela tem um brilho e transparência incríveis, e apesar de ser da linha estudante, a qualidade é a mesma da linha profissional da Talens.

    1. Sério?
      Poutz então eu fui premiada mesmo. Tudo o que eu quero é passar longe da winsor, passei a odiar. ¬¬
      E poxa, não sabia que da Van Gogh é da Talens! Achei que o nome Van Gogh em si já era a marca. Dã pra mim hahaha.
      Sim, ela tem essa cara de “chiclete seco” e o foda é que como vem embrulhada não dá pra ver a cara dela ou testar né ¬¬. que ódio.
      Eu tenho uma lista imensa de aquarelas de pastilhas que quero usar <3 hahaha Tô com saudade da minha koh-i-noor :3
      Vou dar uma fuçada nessa da Talens, fiquei curiosa pra ver a cara dela. Valeu ^^

Deixe uma resposta

CommentLuv badge