Jane Austen – Livros e Filmes

0 Flares 0 Flares ×

Jane já escreveu (alguns estão incabados):

-> Razão e Sensibilidade: Filme completo aqui

Com a morte do marido, a mãe de Marianne Dashwood (Kate Winslet) e Elinor Dashwood (Emma Thompson) e a caçula enfrentam dificuldades, porque a herança foi para o filho do primeiro casamento que ignorou a promessa que fez ao pai, dizendo que ampararia as meias-irmãs. Nessa situação, Elinor, usa a razão como principal forma de conduzir as situações e Marianne, usa da emoção, sempre sonhando.
Na foto acima, Marianne Dashwood com Coronel Brandon (Alan Rickman, ou quem se lembra mais fácil, o Severo Snape). *-*
Fonte

-> Orgulho e Preconceito: Filme Parte 1 aqui (o restante das partes você acha no final do vídeo)
O filme ocorre na Inglaterra, França e Estados Unidos em 1797. As cinco irmãs Bennet – Elizabeth (Keira Knightley), Jane (Rosamund Pike), Lydia (Jena Malone), Mary (Talulah Riley) e Kitty (Carey Mulligan) – foram criadas por uma mãe (Brenda Blethyn) que tinha fixação em lhes encontrar maridos que garantissem seu futuro. Mas, Elizabeth é a única que quer ter uma vida, ao invés de se dedicar ao marido, sempre sendo apoiada pelo pai (Donald Sutherland). Quando sr. Bingley (Simon Woods), aparece na cidade, passa a morar em uma mansão vizinha alugada e as cinco irmãs logo ficam agitadas. Jane logo parece que conquistará o coração do novo vizinho, enquanto que Elizabeth conhece o bonito e esnobe sr. Darcy (Matthew Macfadyen). Os encontros entre Elizabeth e Darcy passam a ser cada vez mais constantes, apesar deles sempre discutirem.
Na foto acima: Elizabeth e Mr. Darcy. *-*
-> Mansfield Park: Filme em partes (igual o de cima). Aqui
Nesta original sátira social, uma voluntariosa heroína tenta escapar do labirinto do casamento como garante de um estatuto social, sem ceder nos seus ideais e valores.Com 12 anos, Fanny Price vai viver com os seus parentes ricos em Mansfield Park. Inteligente, estudiosa e uma escritora com uma imaginação irónica e valores éticos bastante seguros, aproxima-se bastante de Edmund, o único de entre os seus primos que partilha da sua paixão pelos livros. Fanny, que com a idade se tornou muito bonita e amável, depressa atrai as atenções de um vizinho, Henry Crawford. O tio de Fanny, Thomas, fomenta o relacionamento entre os jovens mas, para seu descontentamento, Fanny impõe a Henry que este prove ser digno do seu amor. Enquanto Edmund corteja a irmã de Henry, e a relação entre o dinheiro de Thomas e a escravatura do Novo Mundo se torna mais clara, Fanny tem de avaliar o carácter de Henry e defender o seu coração e a sua orientação.
-> Emma: seriado (aqui
Emma Woodhouse, aos 20 anos, é uma bela e privilegiada mulher inglesa, que vive na propriedade fictícia de Hartfield, em Surrey, na vila de Highbury, com seu pai, um hipocondríaco. O amigo e único critico de Emma, o gentil George Knightley, é seu vizinho no condado de Donwell, e irmão do marido de sua irmã mais velha, Isabella. Quando o romance inicia, Emma está justamente presenciando o enlace de Miss Taylor, sua melhor amiga e antiga governanta, com Mr. Weston, casamento esse que foi possibilitado pela ação de Emma, o que a leva a tomar a decisão de manipular a vida das pessoas com a função de planejar e promover aproximações e casamentos. A despeito das advertências de Mr. Knightley, Emma exerce indiscriminadamente sua função de “casamenteira”, e tenta aproximar sua nova amiga Harriet Smith, uma doce, mas não muito brilhante adolescente de 17 anos, de Mr. Elton, o pároco local. Emma tenta convencer Mr. Elton, aos poucos, de que as constantes atenções são resultantes da atração e do amor crescente que Harriet lhe dispensa. Sente, porém, que vários eventos podem atrapalhar seus planos, e assim persuade Harriet a recusar uma vantajosa proposta de casamento, com o gentil e jovem fazendeiro Mr. Martin, que Emma decide não ser adequado para Harriet, convencendo-a a rejeitá-lo. Mediante as várias atenções dispensadas por Emma para com Mr. Elton, na tentativa de influenciá-lo para o casamento com Harriet, e sendo ele desejoso de galgar posições sociais, propõe casamento para Emma, enganado pelas evidências. Emma, surpresa ante o ocorrido, revela que o imaginava atraído por Harriet, com quem Mr. Elton rejeita a idéia de casar, pois a considera socialmente inferior. Após rejeitar, ela mesma, Mr. Elton, Harriet fica decepcionada, e Emma tenta convencê-la de que Mr. Elton é indigno dela. Mr. Elton revela-se cada vez mais arrogante e pomposo, e retorna posteriormente para Bath com uma vulgar, mas rica esposa, que começa a fazer parte do círculo social local. Um interessante acontecimento é a chegada, nas proximidades, de Frank Churchill, filho de Mr. Weston; Emma nunca o encontrara, mas fica interessada em conhecê-lo. Outras personagens são a órfã Jane Fairfax, a reservada, bela e elegante sobrinha da falante Miss Bates, uma solteira bem-relacionada, mas muito pobre.
Emma tenta relacionar-se, ela mesma, com Frank, pois acredita que eles fazem um “lindo par”. Posteriormente, descobre que Jane e Frank estavam secretamente compromissados, e que a atenção que ele lhe dava era para disfarçar seu relacionamento clandestino com Jane.
Quando, porém, Harriet confidencia que pensa em Mr. Knightley com amor, o ciúme faz com que Emma perceba em si mesma o amor por ele. Ele a ama por longo tempo, e após o relacionamento de Jane e Frank ser revelado, Mr. Knightley propõe casamento a Emma, que aceita.
Eventualmente, Harriet se reconcilia com o jovem fazendeiro Mr. Martin, e eles casam. Jane e Emma se reconciliam antes de Jane e Frank irem para Yorkshire. Finalmente, Emma e Mr. Knightley decidem que, após o casamento, vão viver com o pai de Emma em Hartfield, ao invés de morar na propriedade de Knightley, em Donwell.
Quando a jovem Catherine Morland tem a oportunidade de ir morar com a família Allen em Bath, ela espera ter também a chance de viver aventuras românticas como aquelas que sempre leu nos livros. Como os Allen não têm filhos, logo ela é apresentada a outros de sua idade: Isabella Thorpe e o irmão John, grande amigo do irmão de Catherine, James; e também Henry Tilney, um rapaz bonito e boa família, e a irmã dele, Eleanor. Convidada para um passeio na abadia de Northanger, no estado de Tilney, a jovem sonhadora imagina que chegou seu momento de viver um grande romance. Mas Catherine logo percebe que status, classe e dinheiro têm tanta ou mais importância do que as coisas do coração.
-> Persuasão: filme aqui
O enredo gira em torno dos amores de Anne Elliot que se apaixonara pelo pobre, mas ambicioso jovem oficial da marinha, capitão Frederick Wentworth. A família de Anne não concorda com essa relação e a convence romper seu relacionamento amoroso. Anos após Anne reencontra Frederick, agora cortejando sua amiga e vizinha, Louisa Musgrove. Persuasão, é amplamente apreciada, pois tem uma simpática história de amor, de trama simples e bem elaborada, e mostra o estilo de narrativa irônica de Jane Austen. Além disto, é original, pelo fato, entre outros motivos, de ser uma das poucas histórias da escritora que não apresenta a heroína em plena juventude. O romance também é um apanágio ao homem de iniciativa, através do personagem do capitão Frederick Wentworth que parte de uma origem humilde e que alcança influência e status pela força de seus méritos e não através de herança.
 -> Lady Susan
Bonita, coquete, e viúva há pouco tempo, Lady Susan Vernon busca um novo e vantajoso matrimônio para si, e ao mesmo tempo tenta empurrar sua filha para um casamento sendo que ela detesta este homem. Ela enche sua agenda de compromissos com convites para visitas estendidas com os parentes e conhecidos por uma série de manobras astuciosas, de modo a alcançar de seu plano principal. Conforme o enredo se desdobra, os personagens são revelado e a expectativa se constrói – tudo por cartas trocadas entre Lady Susan, sua família, amigos, e inimigos. Descrito por seus rivais como a “uma grande coquete da Inglaterra”, amplamente dotada de uma cativante “decepção”, Susan prova ser uma figura notável, destituída de qualquer qualidade redentora cujas intrigas e maquinações a conduzem em última instância a resultados desastrosos.
-> Sanditon (inacabado)
-> The Watsons (inacabado)
-> Juvenília
-> Inspirados
-> Sequências
E, no cinema, fizeram um filme sobre a vida de Jane Austen, Amor e Inocência, Anne Hathaway interpretando-a.
Filme aqui.

O filme é um drama romântico do qual reproduz a biografia da escritora Jane Austen, focada na sua juventude, antes da fama, quando teve um romance com um jovem irlandês.

Recomendo este site.

A maioria dos filmes estão separado em partes.

1ª parte/Total de 7 partes. No final de cada vídeo se encontra o restante.

Ana Luísa 🙂

1 Comment

Deixe uma resposta

CommentLuv badge