Gotye

0 Flares 0 Flares ×

Oi, estava fuçando na internet em busca de músicas novas…

Depois que escutei há uns meses atrás o Somebody That I Used To Know com a Kimbra (outra que me inspira <3)  e baixei, eu não botei muita fé de que um dia ele seria meu próximo cantor preferido e inspirador…

tumblr_mkwpe8k4AL1qd0lako1_400

Eu não lembro onde vi que o clipe do Gotye estava numa lista dos “clipes mais bizarros/sem noção”. Fiquei muito triste com isso. O jumento que não entender o clipe é porque não escutou a música e viu a tradução. Depois de feito tudo isso, e revendo o clipe você entende:

Somebody That I Used To Know (feat. Kimbra)

De vez em quando eu penso em quando estávamos juntos
Como quando você disse que se sentia tão feliz que poderia morrer
Eu disse a mim mesmo que você era certa para mim
Mas me sentia tão sozinho em sua companhia
Mas aquilo era amor e é uma dor que eu ainda me lembro

Você pode ficar viciado a um certo tipo de tristeza
Como uma negação ao fim, sempre o fim
Então, quando descobrimos que não fazíamos sentido
Bem, você disse que ainda seríamos amigos
Mas eu admito que eu estava feliz que tudo tinha acabado

Mas você não precisava me afastar
Agir como se nada tivesse acontecido e que o que vivemos juntos não foi nada
E eu nem sequer preciso do seu amor
Mas você me trata como um estranho e isso é tão rude
Não, você não precisava se rebaixar tanto
Mandar seus amigos pegarem seus discos e depois trocar de telefone
E eu acho que não preciso disso, embora
Agora você será apenas alguém que eu costumava conhecer
Agora você será apenas alguém que eu costumava conhecer
Agora você será apenas alguém que eu costumava conhecer

De vez em quando eu penso em todas as vezes que você me ferrou
Mas me fez acreditar que era sempre algo que eu tinha feito
Mas eu não quero viver desse jeito, interpretando tudo que você diz
Você disse que poderia deixar isso passar
E eu não te deixaria preso a alguém que você costumava conhecer

Mas você não precisava me afastar
Agir como se nada tivesse acontecido e que o que vivemos juntos não foi nada
E eu nem sequer preciso do seu amor
Mas você me trata como um estranho e isso é tão rude
Não, você não precisava se rebaixar tanto
Mandar seus amigos pegarem seus discos e depois trocar de telefone
E eu acho que não preciso disso, embora
Agora você seja apenas alguém que eu conhecia

Alguém que eu costumava conhecer
Alguém, agora você será apenas alguém que eu costumava conhecer
Alguém que eu costumava conhecer
Alguém, agora você é apenas alguém que eu costumava conhecer

Eu costumava conhecer
Que eu costumava conhecer
Eu costumava conhecer
Alguém
No meu entendimento:
O Gotye vivia em uma vida sem cor, ou seja, um alguém especial não trouxe cor para a vida dele. Conheceu a mocinha, a vida mudou (teve cor).  “Mas me sentia tão sozinho em sua companhia” – Depois de uma briga, algo que aconteceu, aquilo mudou, ele deixou de conhecê-la – romperam o relacionamento. Passando por isso, ela saiu da vida dele naquele momento (por isso ela perdeu a cor). Perdendo a cor, ele não a conhecia mais/não fazia mais parte da vida dele – Alguém, agora você é apenas alguém que eu costumava conhecer.
Pegou a ideia?
Esse povo que vem falando que o clipe é bizarro/sem noção não entende o que é CLIPE CONCEITUAL. Tem detalhes que influenciam em tudo: linguagem corporal, cores, música, letras… Isso funciona para criar um editorial de moda, teatro, sensações.
E ultimamente eu ando muito atrás de bandas com uma pegada indie sempre levando em consideração o conceitual. Não tenho culpa que isso me atrai.
Aliás, o sr. “Gotye”, ou melhor, Wouter De Backer, seu nome verdadeiro, é Belga-australiano. Tá lá pros 30 anos de idade.
gotye-novo-clipe-save-me_647x430Esse coiso gostosão 666 desculpa gente, ESSES OLHOS, ESSE CABELO e ESSA BARBINHA, ESSE TUDO <3 – ui que charme… *-* Isso porque a primeira vez que eu olhei pra ele no clipe Somebody blablabla eu pensei “Ahh.. não é tanto assim..” Agora depois de pesquisar sobre ele e ter dado de cara com ESSA foto e umas outras dele……….. xD  (Isso porque eu não gosto de cara barbudo, só de cabeludo hehehe) é um puta de um cara criativo! Tanto pelos clipes que ele faz e por ser “multifuncional”: toca bateria, guitarra, percurssão, é vocalista, tudo o que você possa imaginar! Um cara com um dom desse não é de jogar fora! Vem ficar aqui em casa comigoo o hahaha
Dá uma olhada nesse vídeo aqui:
[youtube=http://www.youtube.com/watch?v=b_iuE_L2wys]
Depois dessa, é pra querer ter ele pro resto da vida e dizer que é seu! hahaha <3 Muito fofo!
Agora, aqui vai alguns dos clipes dele que eu mais me apaixonei… Se eu ficar falando o quanto que eu pirei nele e ser gostoso vocês não vão me aguentar….
– Desculpa meninos que trombaram com o post do Gotye, vocês que curtem ele e tal, mas em todas as postagens do meu blog eu escrevo assim.. Eu sou assim né, não vou esconder a pessoa que sou até em um blog, vou ser do jeito que eu sou via internet também.
[youtube=http://www.youtube.com/watch?v=oyVJsg0XIIk]
[youtube=http://www.youtube.com/watch?v=MpN1j8R5lZ8]
[youtube=http://www.youtube.com/watch?v=0u8ZfqjT8-I]
É muito amor esse clipe:
[youtube=http://www.youtube.com/watch?v=O4_lBT1OG_Y]
<3
[youtube=http://www.youtube.com/watch?v=mEpfyBOdKxU]
[youtube=http://www.youtube.com/watch?v=0FlSdHyXYO8]
“[…] Com direção da Lucinda Schreiber, mesma de What Do You Want, o vídeo monocromático “Smoke and Mirrors” narra a história de um homem que, conforme vai se despindo, se divide em diversas partes. […]”
Por hoje é só.
Amanhã tem post sobre Ilustrador da semana! Ansiosos pra saber quem é? 🙂
Ana Lu

Deixe uma resposta

CommentLuv badge